agosto 26, 2013

Meu sangue

Inaugurei um espaço novo,
Vazio infinito de mim.
Trago no peito lascivo,
Sangue feito de festim.

G. C. Pezzatto

A gente

Só pra irritar
A gente quer provar
Que tá demais
Esse amor é demais.

Logo de manhã
Você me traz uma maçã
Só pra amolar
Me caçoar.

Escondo as pilhas da televisão
Só pra ver sua preocupação
É só por amar
Que vou perturbar.

Vem querendo ver filme de terror
Falando os bordões, parece até gravador
Tentando assustar
Só pra depois me consolar.

Canto Beatles o mais alto possível
Você fica com um bico visível
Meu bem é pra troçar
É amor demais pra importunar.

A gente se inflama
Inventando melodrama
Desse amor plausível
A gente vai inventando o impossível.


G. C. Pezzatto

agosto 02, 2013

Última prosa

A alma afligida,
Sente a dor latente.
O vazio aumenta,
Sobre a lembrança presente.

Vazio que guardo,
Do lado esquerdo do peito.
O vazio que trago,
Nos trapos remendados de pano velho desfeito.

Vazio cravado,
Como espinho de rosa.
Vazio que bate conforme o pulso,
Dessa última prosa.

G. C. Pezzatto
02/08/2013

agosto 01, 2013

Esquece tudo

Esquece o sorriso bobo,
Coloca o sério no rosto.

Olhos que brilham,
Nem refletem a lua.
Esquece o brilho todo.

O coração bate?
Esquece o pulso,
O que te impulsiona.

A pele macia,
E o carinho guardado.
Esquece!
Finge que nem tinha ligado.

Esquece essa história,
Inventada por dedo de criança.
Esquece conto de fada,
Esquece tudo e descansa.

G. C. Pezzatto
01/08/13

julho 11, 2013

Mundo velho




Mundo velho...
Mundo velho e louco!
...Mundo velho e doido?
...Mundo velho e maluco?

Mundo velho...
Mundo velho e tolo!
...Mundo velho e bobo?
...Mundo velho e boboca?

Mundo velho...
Mundo velho e simples.
As pessoas que o habitam...
Que são loucas e tolas!


G. C. Pezzatto

julho 10, 2013

Pessoas




Café com bom aroma
Gosto ruim.
Sapato bonito
Machuca o pé.
Maquiagem perfeita
Esconde olheiras.

Pessoas que se acham demais,
São menos.

Voz bonita
Sem nada de bom para dizer.
Muito conteúdo,
Pouco sentimento.
Escolher com ideias,
Julgando a primeira vista.

Pessoas que se acham demais,
São menos.



G. C. Pezzatto

junho 29, 2013

Por e Pôr



Por um momento,
Por favor.
Pôr açúcar ou sal,
Pôr amor.

Por um tempo,
Por enquanto.
Pôr paciência,
Pôr encanto.

Por falar,
Por gentileza.
Pôr razão,
Pôr beleza.

Por minuto,
Por precaução.
Pôr paz,
Pôr educação.

G. C. Pezzatto
29 - 06 -13

junho 25, 2013

Prece



A criança deitada,
Com o coração na mão.
Derrama as lagrimas na almofada.


A criança deitada,
Inocente dizia:
“Oh Papai do céu! ”proclamava,
“Oh Pai de infinita sabedoria”


A criança deitada,
Sente o coração partido.
Engole o remorso calada,
A batalha que havia perdido.


A criança deitada,
É atendida pelos anjos do Senhor,
Fazem- na dormir mais acalmada,
Com estima e amor.

G. C. Pezzatto

11/08/12

junho 12, 2013

O Universo

Feliz dia dos namorados!

Hoje eu vou colocar uma poesia que escrevi para uma pessoa especial.
Mesmo essa pessoa não dando a mínima para as coisas que escrevo para ela.



Não entendo essa historia de infinito.
Mas toda vez que te vejo,
Sinto um universo dentro de mim.
Cheio de coisas que não entendo,
Como por exemplo:
Por que toda vez que olho em seus olhos,
Eu sinto nascerem mais estrelas no meu céu?
Ou por que toda vez que você sorri,
Uma nebulosa se forma nesse meu universo?
Milhares de estrelas cadentes passam,
Com o som da sua vez.
Por que será?

É tão misterioso,
Como o toque da sua pele na minha.
O som da sua gargalhada,
Com o alinhamento dos planetas.

Toda vez que descubro algo novo,
Que mesmo sem explicação,
Intriga a minha mente curiosa por você.
Na linguagem desse universo:
“Novos satélites naturais são descobertos”

Esse universo é uma espécie de amor,
Cheio de supernovas.
Mesmo sem entendê-lo,
Ele me consome lento e profundo,
Como um buraco negro.
Talvez eu entenda agora,
Essa historia de infinito.
Posso dizer em termos sonhadores:
“O que sinto por você, é o infinito”

G. C. Pezzatto

04/02/13

junho 11, 2013

Café e pó






Um universo particular,
Feito de café e pó.
Somente alguém em quem acreditar,
Para desatar o meu nó.


Verso e distração,
Com bolinho e laranjada.
Puxo idéias da imaginação,
Como sereia mítica pescada.


Com café reverso,
Canto o que queria.
No pó do meu universo,
Jogo essa poesia.

G. C. Pezzatto

16/01/13

junho 05, 2013

A culpa é da Amelie

Olá leitores!
Quanto tempo que não passava aqui :P
Quero dizer que fiz um blog para deixar o GAROTA DOS OLHOS DE RESSACA apenas para poesias e textos.
Esse novo blog eu vou usar como se fosse um diário mesmo, com alguns relatos e neuroses do cotidiano.
GAROTA DOS OLHOS DE RESSACA é uma parte minha que antes fazia muito sentido, todos que acessavam o blog e que me conhecem me veem com essa cara. Só que hoje em dia depois de tantas reviravoltas o meu mundinho parou de ponta cabeça, e nessa hora resolvi jogar tudo para o alto, hoje já não me importo mas com o que pensam ou deixam de pensar. 
Só quero dizer que esse blog é a minha menina dos olhos mas não posso fazer os post meio nonsense que gosto ou de tentar ser engraçada. 
Eu quero deixar o GAROTA DOS OLHOS DE RESSACA  do modo que eu vejo: meigo e sensível.

G. C. Pezzatto

maio 26, 2013

Não deixe o amor passar



Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida. 

Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d'água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês. 

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente divino - o amor. 

Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro. 

Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida. 

Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado... 

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados... 

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite... 

Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado... 

Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela... 

Se você preferir morrer, antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. É uma dádiva. 

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixa-lo acontecer verdadeiramente. É o livre-arbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais. 

Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o amor.




Carlos Drummond de Andrade

maio 04, 2013

Mais uma de amor



Bom, eu disse o que precisava e nada foi de brincadeira. Não exagerei nos fatos e fui sincera em cada palavra e em cada sentimento. Por isso escrevo de novo, seguindo a mesma linha, a minha vida já é complicada para que exagerar então?
Continuo pensando em você e me sinto cada vez mais patética.
As vezes penso que é um erro, outras vezes acho que é o caminho certo. Porém a única certeza que tenho é que o que sinto por você é único. Mas acho que não é mais um bom motivo para insistir nessa história. Por que essa historia só existiria se ambos quisessem, até hoje só eu quis, só eu procurei, só eu corri atrás...
Chegou a hora de lhe dizer que cansei de ser a única apaixonada e sei que não sentirei por mais ninguém o que sinto por você, mas e daí?
Eu também quero ser amada, sentir que alguém gosta de mim, quero SMS inesperado dizendo que estava pensando em mim, também quero me sentir procurada.
Por isso meu grande amor, eu vou continuar com a minha vida seguindo um bom caminho, se quiser vir comigo prometo que lhe farei muito feliz, se não, por favor, me avise, porque viver nessa espera de algo acontecer é uma tortura que não desejo para ninguém.
Você inspirou muitas poesias minhas e sei que continuará inspirando, porém não posso mais viver nessa ilusão de um dia você querer meus abraços.
Então me responda com carinho e cuidado sobre o que você pensa de nós dois juntos. Não quero pressioná-lo a tomar uma decisão agora, apenas quero que você seja sincero consigo mesmo e descubra o que sente. Não quero que me dê uma chance só porque gosto de você, e nem que fique comigo por pena, somente se for reciproco mesmo sabendo que o que sinto aparente ser maior do que você possa sentir. Quero que seja feliz e que se sinta seguro com suas escolhas, analise bem seus sentimentos.
Se quiser tempo, tenha todo o tempo do mundo (não me importo de esperar mais um pouco já que esperei até hoje). Só quero saber se temos futuro.  Não adianta dizer que sim e pedir mais um tempo para ficar sozinho e me deixar esperando eternamente enquanto corre atrás de outras garotas.
Enfim, não sei o que pensar dessa historia afinal eu penso nela há mais tempo que você e preciso dizer que anda cansando porque me sinto mais sozinha do que nunca e muito, muito patética. Estou exausta de me sentir assim.
Sei que você tem muitas garotas atrás de você, sei que muitas delas são apaixonadas e que você pode escolher a dedo se quiser. Mas eu nunca fui assim de ter garotos correndo atrás de mim.
Lembro-me daquela vez em que me disse que tinha várias pretendentes eu fiquei intimidada pois sabia que a qualquer momento poderia te perder para outra sem nunca ter tido uma chance, então menti e disse que também tinha pretendentes. Foi ridículo aquilo, ciúmes idiota, só queria que você imaginasse como seria me perder para outro alguém.
O amor não vem fácil assim para mim e eu não posso perder tempo em uma historia sem final feliz. Nunca ouvi um “Eu te amo” ou “Estava com saudades de você”. Acho que você não tem ideia do que é não ser especial para alguém, não tem ideia do que é saber que não tem ninguém pensando em você ou amando-lhe. É como se o mundo excluísse o fato de que você tem sentimentos bons e que também deseja ter alguém do lado. A sensação é de que você é uma pessoa horrível que não merece esse amor que tanto deseja.
Quero procurar alguém que queira me amar. Não importa quando dizem que não adianta procurar o amor, pra mim é besteira. O amor é um sentimento bom e acho que ele vem sim quando o chamamos, quando o desejamos. E eu o desejei no formato de você agora é saber se você também o deseja em meu formato.
Desejo tudo de bom para você, mas estou com um pé fora  de ir embora dessa historia.

Por todo o amor do mundo.
Geovana Cezare Pezzatto


abril 20, 2013

A vida não te dá recibos




Já se deram conta de que a gente passa mais tempo fazendo coisas que não gostamos?
Por mais que você goste da sua profissão e de colegas de trabalho, as vezes não parece que a gente passa mais tempo com eles do que com a nossa família, com pessoa que amamos? 
E no fim das contas, as contas são paga sim mas e o tempo que passou? Se você ainda aprendeu algo com esse tempo, posso dizer que não foi perdido . Agora se você é o tipo cabeça dura, teimoso e tem o orgulho ferido...Meu amigo, sinto dizer que você não viu oportunidades de aprender. E assim perdeu um tempo valioso. 

A vida não te dá recibo ou notas.

Mas voltando o assunto, o trabalho faz o tempo passar rápido, quando você se da conta a semana já acabou e o fim de semana também!
Você fez tudo o que queria? Conheceu pessoas novas? Saiu com os amigos? Achou alguém para a vida inteira?
E os cursos? Vai dizer que você volta cansado demais e não dá tempo? Será que a solução para descansar é mesmo se esparramar no sofá e ali ficar até a hora de dormir?
A gente sempre dá um jeito das coisas andarem mesmo se não for do jeito que esperamos, as coisas andam e a vida acontece. E isso é bom mesmo acontecendo rápido, o mundo girando acelerado atrás de tempo perdido. 
O que precisa para tudo isso é ter resignação aceitar as coisas como são e sempre procurar o lado bom da vida. A vida é boa a gente é que fica procurando defeito, vendo pelo em ovo. 
Problemas? Todos temos, eles só tem o tamanho que você deseja que ele tenha, a vida não é fácil porque se fosse não aproveitaríamos e não daríamos o devido valor a tudo que acontece. E todo mundo sabe disso.
Ver mais arco-íris não vai prejudicar os seus dias. A única pessoa que atrapalha você, é você mesmo.

O tempo que passamos no trabalho vai continuar passando. Só repense no que você faz com os seus outros tempos. O mundo não vai desacelerar, só porque você quer reclamar. O tempo é o mesmo para todos, o diferencial é a nossa subjetividade.

G. C. Pezzatto





abril 16, 2013

O mundo não é a nossa colcha



Quando se é jovem muitas vezes o que mais desejamos é sair de baixo das asas dos nossos pais. Independente se temos problemas com eles ou não, as vezes nos dá a impressão de que não somos capazes de fazer metade dos feitos que eles fizeram quando tinham a nossa idade, ou então eles se espelham em nossa juventude para viver e ter o futuro que eles tinham sonhado para eles.
É inevitável, pelo menos uma vez na vida  todo jovem tem a vontade de se jogar no mundo e viver seu sonho.

Preciso dizer que são sortudos aqueles que já almejaram a carreira dos sonhos e os que buscam. Muitos jovens começam debaixo e isso assusta demais, vários receios surgem com o pequeno emprego que conseguiram, se irão permanecer, se será temporário, e os pais? Eles pressionam, pegam no pé por causa do pequeno emprego?

Parece que quanto mais perto de seguirmos adiante em nossa carreira profissional mas longe estamos. Acho que finalmente aprendi a caminhar com meus próprios pés, a cuidar da própria vida. Nós jovens aprendemos a começar a ver o quanto esse mundo é duro e difícil.

Bom, energia temos de sobra!

E essa vontade de ter nosso próprio canto é tão bela quanto qualquer outro sonho. Não desista! Ser independente é mostrar que o mundo não é somente a nossa colcha como muitas vezes vemos.
Se arriscar e começar debaixo é tão nobre quanto começar já em uma posição privilegiada, é questão de entendermos que cada um tem seu tempo. E a diferença é a caminhada, com força, determinação e honestidade chegaremos lá!

"We are young, we are free!"

Enquanto isso faça o melhor que a vida oferece. Abra um sorriso, diga sempre sim para as oportunidades boas da vida, porque o melhor da caminhada é vivê-la em todos os seus plenos momentos.

G. C. Pezzatto


abril 14, 2013

Uma flor roxa




Namoro um garoto chamado Lucas, que de vez em quando rouba uma flor de um jardim qualquer para me dar.
Uma certa vez ele me trouxe uma flor roxa, era linda! Mesmo depois de seca continuou linda. Não sei que tipo de flor que era, porém ainda me lembro de seu cheiro, era delicioso e sempre me fazia lembrar do Lucas. Eu carregava essa flor para cima e para baixo.
Formei um jardim no meu diário com as flores que ele me trouxe. E com muito carinho sempre anoto as datas que sou presenteada com elas.
Aquela flor roxa foi a única para mim. Não era uma ocasião especial nem nada. Era um simples sábado de sol. Acho que foi toda a nossa simplicidade de ser, que a tornou inesquecível  Ela tomou conta do jardim do meu diário, e tomou conta de mim também.
Ele continua a trazer flores, porém nunca mais achou outra flor roxa. Ela foi um achado surpresa em nossas vidas, assim como nosso amor.
Acho que o nosso amor é uma flor roxa.

G. C. Pezzatto

abril 08, 2013

Quando você cresce




E você vai crescendo ,
E ninguém vem lhe avisar,
O quanto isso pode lhe machucar.

Mas com muito amor,
Que não se encontra em outro lugar,
Você aprende a se adptar.

Com carinho e paz,
Que a vida sempre traz,
O seu caminho você trilha e faz.

E você vai crescendo,
O seu amor vai aumentando,
A sua volta tudo vai melhorando.

Se acaso for negado,
Um abraço apertado,
Um outro vem mais desejado.

E você vai crescendo,
Tudo a sua volta vai modificando,
Se o melhor amor você for desejando.

G. C. Pezzatto

abril 04, 2013

Em silêncio



Em silêncio eu vou escutando,
Meu coração a te esperar.
Em silêncio eu vou orando,
Para Deus te abençoar.

Em silêncio eu vou te criando,
Como arte dentro de mim,
Em silêncio eu vou te amando,
Como um grito agudo sem fim.

G. C. Pezzatto

abril 02, 2013

Meu dicionário velho




Velhos hábitos,
Assim como palavras já esquecidas pelo dicionário português,
Me acompanham sem utilidade.

O mundo girou tão rápido,
Que me deu tontura e assim perdi o passo.

Saudades,
Palavra gasta que me acompanha.
Meu lábios pronunciam,
Assim como quem pede beijo.
Saudades,
Nunca saiu do dicionário.

Hoje acordei com velhos hábitos,
Com um dicionário surrado do lado.
Relembrando palavras que ficaram no passsado.

Pronunciei saudades o dia inteiro,
Pedi beijos  ao vento.
Tudo por causa desse mundo que gira,
E me tira do eixo,
Me deixa tonta, enjoada e confusa.
Sou dicionário velho,
Sou sem utilidades.

Fiquei só na saudades,
De seus lábios.

G. C. Pezzatto

abril 01, 2013

2 anos de blog!


Dois anos!
Dois anos!
E que outros tantos venham!

Para quem não sabe o blog faz aniversário dia 30 de março, porém eu não estava em Jundiaí. (No outro aniversário eu também só fiz o post depois que já tinha passado)
Fiz um vídeo, não ficou muito bom porque eu gravei pelo celular (foi um sofrimento só!) se caso não der para ouvir deixe um comentário que gravarei de novo. esse vídeo eu realmente gravei no dia 30 de março.

Eu quero agradecer aos leitores, por tudo mesmo. Se não fosse vocês não teria o por quê de continuar com o blog.

Valeu mesmo!



E como sempre curtam no facebook e sigam no twitter.

Obrigada por tudo!

março 14, 2013

Dia Nacional da Poesia




Hoje é considerado o dia Nacional da Poesia, nesta data nasceu o poeta brasileiro Castro Alves. Poeta romântico, considerado poeta dos escravos,  faleceu de tuberculose na capital baiana Salvador em 6 de julho de 1871, com 24 anos de idade. Escreveu obras como “Navio Negreiro” e “Espumas Flutuantes”.

Existem três tipos de poesias: as existenciais, que retratam as experiências de vida, a morte, as angústias, a velhice e a solidão; as líricas, que trazem as emoções do autor; e a social, trazendo como temática principal as questões sociais e políticas.

Atualmente, há um Projeto de Lei do Senado (Nº 501 de 2009), que tenta mudar a data para o aniversário de Carlos Drummond de Andrade (31 de outubro).
O dia Mundial da poesia é em 21 de março. Criado pela UNESCO, em 1999, com o objetivo de estimular a produção e celebrar a poesia como forma de arte em todo o mundo. 

Extra-oficialmente, temos outro “Dia Nacional da Poesia” em 20 de outubro,  pela fundação do 
Movimento Poético Nacional.
Além disso, há diversas celebrações estaduais:

Dia Estadual da Poesia (20 de abril, no Acre, conforme Lei Nº 2.130 de 9 de julho de 2009);

Dia da Poesia (25 de junho, no Pará, conforme Lei Nº 6.195 de 7 de abril de 1999);

Dia Estadual da Poesia (8 de agosto, no Amapá, conforme Lei Nº 580 de 21 de junho de 2000);

Dia Estadual da Poesia (20 de agosto, em Goiás, conforme Lei Nº 14.866 de 22 de julho de 2004, homenageando o aniversário de Cora Coralina);

Dia Estadual da Poesia (31 de outubro, em Minas Gerais, homenageando o aniversário de Drummond);

Dia Estadual da Poesia (19 de dezembro, no Mato Grosso,  conforme Lei Nº 7.776 de 26 de novembro de 2002, homenageando o aniversário de Manoel de Barros).

Celebre a poesia da vida!

março 09, 2013

Almas gêmeas



Sobre almas gêmeas...
Não acredito que existam, Deus não faz duas almas iguais.
Cada um está aqui com a sua e passa pelo que precisa passar. Aprender o que tiver para aprender e aceitar o que vier. 
Somos essência.
Às vezes esquecemos que amar é amar a todos, “o próximo”.
É uma tarefa longa e difícil, porém os otimistas sempre olham o mundo melhor do que ele é sendo assim não é impossível.
“Amai bastante, a fim de serdes amados. Essas sábias palavras são revolucionárias e seguem um caminho fixo, invariável”.

Almas criam vínculos e afinidades, sincronizam com outra e se enlaçam durante a vida, se enlaçam durante a passagem da morte para a vida eterna. E quem passar primeiro, irá esperar pelo outro do outro lado da porta com as mãos estendidas esperando o abraço que ficou na lembrança, e dirá com todo o amor guardado:
"Estava com saudades de você, meu amor!"

Almas sincronizadas com amor eterno, porque amor de verdade é essência.

Em uma simples analogia de que o verdadeiro amor, o sentimento, é como uma bela borboleta, linda voando batendo suas delicadas asas, e mudando de cor conforme o abrir e fechar. Você a admirar, deseja que pouse em seu dedo, que ande em suas mãos, e mesmo desejando você sabe que é muito mais bela voando livremente, dançando com o vento e curtindo o seu pequeno tempo.

Deixe livre a quem ama, sem querer que volte, sem querer que lhe ame de volta. Esse é o sentimento, o verdadeiro amor.
Todo o tipo de amor sempre retorna para nós.


G. C. Pezzatto

março 08, 2013

Não me procure mais




Moço estava te procurando,
Agora que o encontrei,
Você olha para o outro lado.
Não tente ir para a minha casa,
Continue andando.
Pensei que você fosse o único,
Mas não.
É um em milhares.
E todos sabem que você é assim,
Todas conseguem entrar em sua mente,
Você é fácil de entender.

Moço,
Prefiro alguém que realmente me queira,
E você não é assim,
É fácil de entender.

Pensei que você fosse o único,
Mas não.
E todos sabem como você é,
Todas entram em sua cabeça,
Você é fácil de entender.

Moço,
Continue andando,
Não me procure mais.

                       G. C. Pezzatto             2007



março 05, 2013

Tempo paralelo




Tempo ecoa na rua,
Ressonando na avenida.
Som que se expande na janela nua,
Onde a vida é diminuída.

Tempo que leva a dor,
Assim o vento para o beco estreito.
Leva o nosso calor,
Quebrando-se o perfeito.

Tempo que acelera,
Como um gatilho puxado.
Em uma história paralela,
O tempo está parado.

G. C. Pezzatto 15/01/13

março 04, 2013

Retalhos




Amor,
Com tantas palavras para rimar.
Rima com o meu cobertor,
Retalhado a me esquentar.

As vezes esqueço,
O que é ter esse sentimento.
Então no cobertor de retalhos me aqueço,
Assim me contento.

Preciso apaixonar-me,
Imprevisivelmente.
O vazio esta a petrificar-me,
O cobertor pede urgentemente.

G. C. Pezzatto

março 03, 2013

Seus olhos, meu céu



Os seus olhos brilham quando olha para ele. Hormônios liberados causando reações em seu corpo que também passam pela retina deixando seus olhos com outro brilho. Isso é apenas fisiologia, e não me interesso pelo que acontece no corpo, só quero saber de seus olhos que brilham admirando outro ser, olhando não com olhos encharcados de hormônios, observa com a alma o ímpeto desejo que carrega no peito. Que seja se forem hormônios que fazem o brilho, para mim serão quinhentas estrelas observando o que gostariam que fosse seu céu.

G. C. Pezzatto

Sorvete

Todo mundo inventa história de amor não correspondido. Vou fazer uma analogia sobre esse sentimento tão... Tão...Tãããoooo...Deixa para lá...



"O amor é igual aquele pote de sorvete no freezer. 
Você sossegado, curtindo a vida na boa se depara pensando no sorvete, cria um desejo sobre esse sorvete, você sonha com o sorvete e com esperança vai até o freezer para ver se está lá o que tanto deseja.
Obviamente em quesito de geladeira no geral, todos sofremos de Alzheimer nunca lembramos o que está lá dentro ou quantas vezes já abrimos para olhar por dia (só para dar um ar pouco mais dramático, quando se trata de amor parece que também sofremos de Alzheimer...).
Enfim lá está o pote e você fica feliz! Começa a imaginar o sorvete na tigela e talvez com um pouco de cobertura que aumenta ainda mais o seu desejo por ele. Quando você finalmente abre o pote... A sua alma dói (sente só o drama...), a decepção atinge o seu estômago. O que você tanto queria foi desejado por outra pessoa que foi mais rápida do que você. Ela comeu todo o sorvete e com muita, mas muita camaradagem o deixa de novo no freezer, só que dessa vez com feijão! (Nesse caso o feijão é uma analogia a um sentimento por outra pessoa)

...E você mais uma vez fica apenas com vontade, só imaginado você+sorvete.

E esse era tão diferente, era um tipo de edição limitada, sabe né.

Aí, aí sorvete..."


G. C. Pezzatto

Jabuticaba



Sempre olhando para o céu, gosto do tom de azul, da imensidão em que vejo meus pensamentos voarem como pássaros.
Enquanto andava admirando o azul do céu, olhei de relance para o chão, que surpresa!
Ri mentalmente do achado que deixei passar por entre minhas pernas, uma jabuticaba, uma grande jabuticaba, já meio seca, meio murcha.
Continuei o meu caminho...
Pensando na jabuticaba, e dela pensei na
janela que quando abria me deparava com o pé de jabuticaba, lembrei da fruta; do cheiro; do gosto; do “ploc” que fazia quando estralava no céu da boca.
Céu da boca... Céu... Jabuticaba do chão.
E aí, lembrei dos seus olhos, que são tão escuros quanto uma jabuticaba, lembrei dos seus sonhos que são tão doces quanto o sabor da fruta.


G. C. Pezzatto

Um dia qualquer



E lá estávamos dentro do carro, todos cantando aquela velha música que todo jovem já deve ter cantando uma vez na vida, ela tocava no rádio. E o pôr do sol brincando de cegar nossas retinas. Eu apenas olhava sua nuca me esquecendo de todo o resto.
Sentada apenas olhando, me segurando para não alisar seus cabelos passá-los entre meus dedos trêmulos. Eu o olhava de longe e só queria estar perto. 
tempo passava contra nós o suficiente para transmitir um alerta de uma imensa saudade que se faria presente em poucos minutos. E o pouco tempo em que olhei diretamente para seus olhos foram suficientes para sentir o mundo sumindo vagarosamente. Como nunca havia sentido antes.
Sendo que depois de tudo a única coisa que ficou foi o cheiro do seu cigarro na minha roupa, fiquei com o gosto do seu beijo na minha boca, fiquei com as suas palavras lembradas no sorriso que carregava, e ficaram com você apenas os meus pensamentos, “Se ficaram”.
E a conclusão de todos os ensejos que se passaram, tenho a dizer que foi fácil me apaixonar pela sua nuca.


G. C. Pezzatto